Odisseia

Os dias fazem uma linha
e a vida desenha uma odisseia,
coletãnea de fatos e palavras
que escrevem uma cadeia…

para voar acima dos mares
e chegar perto às novas terras.
Assim, os olhos recebem as mensagens
além do desamor e as suas guerras:

nem os ciclopes deter-los poderam
nem os homens calaram os seus poemas.
O amor é um caminho cadencioso,

uma odisseia que sempre rema
ao coração onde o verso é um poço
e não só as luzes dum teorema.

Anuncio publicitario

2 comentarios sobre “Odisseia

Deja una respuesta

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Salir /  Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Salir /  Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Salir /  Cambiar )

Conectando a %s